AS ARTIMANHAS SÍGNICAS DO LIVRO ILUSTRADO CONTEMPORÂNEO

Autores

  • Rodrigo Araujo

DOI:

https://doi.org/10.26893/desleituras.v10i10.127

Palavras-chave:

Leitura, Literatura infantojuvenil, Livro-objeto, Ilustração

Resumo

Esta leitura analisa o universo do livro infantojuvenil na tentativa de verificar a maneira como ocorrem os entrelaces texto-imagem-materialidade em situações que o diálogo intersemiótico não mais se pauta na mera leitura ou tradução. Busca-se, através do livro-objeto, demarcar as fronteiras dos modos de representação desses sistemas de linguagem a fim de desvelar as suas relações estéticas. A partir de várias concepções teóricas: Linden (2015), Melot (2012), Nova (2008) e, sobretudo, pelos estudos de artistas do livro-objeto Silveira (2013), Moraes (2008; 2013), mapeia-se uma potencialidade semiótica na realização dos sentidos que requisita um novo leitor, mais atento e sensível, ao processo sígnico da construção de sentidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Araujo

Mestre em Ciência da Arte (Universidade Federal Fluminense)

Publicado

20/06/2022

Edição

Seção

CAPÍTULO DE LIVRO